Skip to content

Teorias da conspurcação

28/10/2011
tags:

Há mais uma chicotada psicológica em clubes da 1ª liga. Desta vez foi o treinador dos corruptos da madeira a ser corrido. No seu lugar aparece outro treinador que também já foi corrido de um clube da primeira liga, os corruptos da marinha grande (ou será leiria, não sei bem).

Qual é o motivo deste texto e o que é que isso interessa aos Benfiquistas?

Passo a explicar. A época passada, a equipa de aveiro estava a fazer um campeonato tranquilo, e o treinador a meio da temporada saiu, inexplicavelmente (ou não, como já se vai entender).

Este ano, e depois de um começo tremido, o marinhense, treinado por uma caixinha qualquer, recebeu os corruptos-mor e levou 5 na espinha, com a brandura e felicidade de agradar ao mestre… Resultado, no dia seguinte o treinador é despedido e o marinhense sua por não descer de divisão. Aposto que não desce.

Umas jornadas depois, um alarido enorme nos merdia deste pais. A académica de coimbra está a fazer um campeonato muito bom, pode ganhar aos corruptos! Pode? Estava tudo doido! Resultado 3-0 para corruptos…

A semana passada, os aprendizes da madeira vão à fossa de contumil e levam na pá! 5-0, resultado final, o bitó das gravatas é o maior, tudo está bem no reino do bufas de cedofeita. Zero cartões para cada lado, muitos golos, mais três pontos, estabilidade. Na semana seguinte o treinador é despedido. Quem é o substituto? O antigo treinador do marinhense, o mesmo que levou 5 dos corruptos…

Coincidência? Não me parece. E aqui entra a teoria da conspurcação, conspurcação dos resultados, da verdade desportiva e do futebol em portugal… É como comprar um jogo de futebol para uma consola e usar as batotas todas. Até pode dar gozo a 1ª vez, mas depois cansa.

Em todos os casos, os clubes são dados como próximos do bufas de cedofeita. O treinador da filial de braga foi contratado em dezembro do ano passado pelo bufas, para ir para o braguinha do augusto duarte, pois já se sabia que os lagartos lá tinham ido buscar o treinador choramingas. Será que a filial vai ganhar pontos aos corruptos? Não, mas vai-se matar toda para ganhar ao Benfica.

O jogo das cadeiras de treinador é o nível seguinte. Depois do controlo dos bois de preto, apitadeiros, porque não passar directamente a exercer o controlo sobre quem pode efectivamente mexer nas equipas? Porque não controlar os treinadores? Outro episódio é o das substituições dos jogadores corruptos emprestados aos chocos fritos de setúbal. Deste modo, os jogos são sempre fáceis para corruptos, não há lesões, não há impedimentos de defrontarem equipas por causa de cartões, são os melhores no fair play.

Tudo isto não passa de uma teoria, de uma leitura inflamada da situação por um Benfiquista que gosta de verdade desportiva e que gosta de sentir o sabor da vitória justa e merecida. As vitórias são boas, mas quando são merecidas, tem outro sabor.

O Benfica tem de saber passar por cima de mais este contratempo e tem de expor vivamente estas situações. Não podemos continuar a viver num palácio de vidro, onde toda a gente sabe o que se passa dentro de casa, e onde nunca ninguém olha para fora…

 

No comments yet

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: