Skip to content

A carneirada

21/09/2012

Ninguém quer pertencer à carneirada! Ninguém gosta de se dizer levado pela loucura das maiorias. Toda a gente acha que os outros estão mal e eu é que estou bem (eu no sentido lato). Eu (agora no sentido literal) também não gosto de carneiradas nem de rebanhos. Mas ao por-me do lado de fora dos rebanhos, passo a pertencer ao rebanho dos que não pertencem ao rebanho.

E aqui aparece a primeira cisão. Num rebanho de 6.000.000 ou bem mais, nunca há de haver harmonia. A única há de ser sobre o Eusébio e sobre o amor ao clube. E mesmo assim, há de haver um ou outro neste rebanho que ainda tem dúvidas.

N0 meio desta carneirada, há uns que gostam da erva verde, outros que gostam da erva mais amarela. E há uns que só gostam de flores (sem segundas intenções)… Uma coisa acho que estamos todos a ficar de acordo, a visão LFV da coisa é mais ou menos esta: A nossa equipa não é uma manta de retalhos e o planeamento e preparação de épocas é uma coisa muito arcaica que os modernos clientes adeptos do SLB muito criticam.

Nesta altura, eu entendo que devíamos voltar a criar a onda encarnada e dar aos nossos o carinho e força que precisam para os jogos que aí vem. Precisamos de lhes dar a entender que estamos com eles e que venha quem vier é para morrer.

Mas para isso precisamos de exemplos. Exemplos de liderança. Exemplos de lógica e por fim exemplos financeiros.

No que toca a liderança, a estratégia errática de ataque aos corruptos, ataque à FPF e ataque aos bois de preto tem mais avanços e recuos do que os pistões dos carros de Fórmula 1. Num dia malha-se e no outro apoia-se, conforme o vento sopra. O departamento de comunicação uma vezes é lesto a emitir comunicados, e noutras nem se dá ao trabalho de os comentar. O gesto de Luisão e a postura assumida pela direcção demonstra bem isto. Noutros tempos o jogador era protegido e o pedido de desculpas imediato. Hoje tenta-se, à imagem do país, branquear as intenções e os gestos.

Depois aparecem as contas e os passivos e activos. Uma SAD, que factura só em vendas de jogadores mais de 120M de € não pode nem deve ter aumentado o seu passivo. Devia sim ter abatido pelo menos metade dessa verba ao passivo. É que a necessidade de venda de activos depois é tanta que se vendem os anéis sem critério. É que o sucesso de uma empresa também se conta em títulos e essa sim é uma grande valorização de activos.

No meio disto, uns acham que somos maus Benfiquistas por criticarmos tão ferozmente a direcção e outros acham que somos brandos. A realidade é que o descontentamento é grande. Também sei que a necessidade de libertar alguma pressão da situação económica e social do país nos leva a ver o Benfica com olhos mais tristes.

Mas uma coisa é certa, para mim o tempo de LFV à frente do Benfica está a acabar. Para ele, o Benfica é uma empresa dele. E no fundo tem alguma razão pois deve ser ele o maior accionista da SAD, logo a empresa é dele…

Agora o produto que ele vende e que nós tão avidamente compramos é que precisa de um boost de vitórias e de títulos para ele finalmente ter alguma paz.

Quanto a nós adeptos temos de começar a escrever algumas reclamações em sede própria, ou seja no livro de reclamações existente…

No comments yet

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: