Skip to content

As eleições

16/10/2012
tags:

O assunto do momento são as eleições do Benfica.

Pois bem, vamos lá mergulhar no terceiro acto eleitoral mais importante do país. Se medíssemos em importância, estas eleições afectam mais de 10.000.000 de pessoas no mundo, 6.000.000 em Portugal e 240.000 decidem. Se pudesse medir audiências e tempo de antena, diria que estas eleições ocupam tanto tempo de antena como as eleições nacionais para cargos políticos. E isso tanto é bom como mau.

É bom porque revela bem a força que (ainda) temos. A esta hora bufas e topogigio roem as bandeiras das suas agremiações. Se bem que para os lados da etar do freixo eleições são uma coisa estranha, cujo sentido de escolha e discussão de órgãos sociais não faz sentido (peço desculpa pela redundância). Para os lados do lumiar, espera-se pacientemente pelo surgimento de escutas e coisas estranhas. O lado mau é que se lava muita roupa suja e essa exposição mediática nunca fez bem a ninguém. É dar armas ao inimigo. Mas se virmos bem as coisas, é sinal que nada temos a esconder.

A dúvida surge agora em saber qual dos candidatos será merecedor dos meus ricos votinhos. Eu como sou simpático e leal não vendo o meu voto. Quando muito posso aluga-lo pelo simples facto que posso alterar o meu sentido de voto quando muito bem entender.

Voltando ao tema, LFV já está à frente do Benfica há uns anos valentes. Tem o CV que conhecemos e as virtudes. Mas o cansaço às vezes leva a melhor. E os resultados desportivos da semana anterior às eleições também. Se o Benfica vencer o jogoa da Liga dos Campeões, LFV ganha as eleições sem problemas. Se perder, a coisa treme (e muito). E eu ainda me lembro da derrota eleitoral de Vale e Azedo…

Já a candidatura de Rangel é completamente um tiro no escuro. O Juíz aparece, como tantos se calhar queriam aparecer, em desespero para fazer oposição a Vieira? Aparece por amor ou encantado com os planos de Veiga? Estas dúvidas terão  de ser tiradas nos próximos dias.

Para já, tenho pena da BenficaTV não dar mais atenção a este tema. Especialmente numa altura em que é difícil arranjar motivos para tempo de antena. Ficava bem à actual direcção demonstrar que não estamos num regime norte coreano e que a Benfica TV é do Benfica e não uma arma eleitoral do candidato que a criou.

Afinal o Benfica é de quem?

No comments yet

Comenta aqui

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: